Sud News Blog Oficial Das Olimpíadas 2012 em Londres


Olimpíadas 2012 Londres, Data e Modalidades
Como muitos dizem, o “tempo voa”, e um exemplo bem claro disso é que logo poderemos apreciar os Jogos Olímpicos de Verão 2012, que acontecerão entre os dias 27 de julho a 12 de agosto, em Londres.
Como de costume, as Olimpíadas 2012  prometem ser contagiantes. Ao ligar a televisão, ou mesmo acessar pela internet, basta se conectar aos jogos, e começar a torcer e vibrar, com todas as performances demonstradas através das diversas modalidades, bem como os novos recordes, o ranking de medalhas, entre outras emoções.
Este artigo terá por objetivo informar a você todas as modalidades das Olimpíadas 2012 Londres.
Confira:
Voleibol (Quadra e praia); Tiro com arco; Triatlo; Vela; Natação; Pentatlo moderno; Pólo aquático; Remo; Saltos Ornamentais; Taekwondo; Tênis; Tênis de mesa; Tiro; Nado sincronizado; Halterofilismo; Handebol; Hipismo; Hóquei sobre a grama; Judô; Lutas; Esgrima; Futebol; Ginástica (Trampolim, Rítmica e Artística); Atletismo; Badminton; Basquetebol; Boxe; Canoagem (Velocidade e Slalom) e Ciclismo (Mountain Bike, BMX, Pista e Estrada).
Os Jogos Olímpicos de 2012 contarão com 36 esportes e 29 modalidades. Agora serão dois esportes a menos (softbol e beisebol), comparado às Olimpíadas de Pequim no ano de 2008.
Conforme informações divulgadas na mídia, o golfe e rúgbi 7’serão disputados nas Olimpíadas de 2016, do Rio de Janeiro.
Segundo informações nas Olimpíadas 2016 do Rio de Janeiro, será disputado o rúgbi 7´s e o golfe.
Todas as pessoas podem desfrutar dos Jogos Olímpicos, visto que as diversas modalidades agradam aos mais diversos gostos e estilos.
Basta escolher as preferidas e ficar na torcida para que os brasileiros sejam ganhadores.


O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres proibiu que a Sociedade Bíblica do país distribuísse Bíblias com o logotipo olímpico estampado na capa durante os jogos de 2012.
De acordo com a porta-voz da Sociedade Bíblica britânica, Rachel Rounds, “a idéia era oferecer durante as Olimpíadas um ‘bem vindo cristão’ ao nosso país”.
Ela explicou que uma edição especial foi preparada, com informações extras sobre o que a Bíblia tem a dizer sobre esportes.
No entanto, a iniciativa foi vetada pelos organizadores sob a justificativa que “o movimento olímpico sempre foi claro que não poderia ser usado para promover nenhuma religião”, disse uma fonte ao jornal britânico The Telegraph.
Além disso, a justificativa aponta que regras olímpicas com relação ao uso do logotipo impedem que as Escrituras Sagradas sejam oferecidas com a logo estampada.
A Sociedade Bíblica já imprimiu, porém, 150 milhões de cópias, sendo em vários idiomas, de Bíblias com o conteúdo de 40 páginas coloridas que ligam a fé ao esporte para os atletas que participam do evento.
Como não foram autorizados a usar o logotipo olímpico, a Sociedade Bíblica espera agora poder distribuir esta ‘edição especial’ do Livro Sagrado durante os jogos, mesmo sem a logo.
A porta-voz adiantou ao The Christian Post que está fazendo um pedido formal ao comitê Olímpico para que as Bíblias sejam distribuídas durante Londres 2012.
“Não estamos em desacordo com o Comitê e apreciaríamos a idéia de distribuir as Bíblias onde fosse mais adequado”, disse Rachel.
O comitê ainda não forneceu resposta ao pedido, mas segundo a mesma fonte do The Telegraph, haverá um centro multi-religioso no Parque Olímpico, onde Bíblias serão disponibilizadas.
A gerente de operações de mídia do Comitê Olímpico Internacional (COI), Tonge Sandrine, afirmou que “o COI respeita todas as religiões igualmente e não promove nenhuma em particular nos Jogos Olímpicos”.
“Seria bom tomar parte da olimpíadas, mas parece que o cristianismo possui menos espaço do que pensamos inicialmente”, lamenta Rachel.
A cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos 2012 será em 27 de julho no Estádio Olímpico, em Londres.
China
Nos jogos Olímpicos de Pequim, sob o rigoroso regime comunista chinês, a Sociedade Bíblica foi capaz de distribuir exemplares da Bíblia com o logotipo olímpico.
Segundo a explicação da fonte ouvida pela publicação britânica, em Pequim, as Bíblia distribuídas “apareceram do nada e não foram aprovadas pelo governo chinês”.

Comentários