COMUNIDADE PRESTA HOMENAGEM ÀS VITIMAS DO TIROTEIO EM CAPELA MÓRMON NO EUA.

Um tiroteio durante uma reunião sacramental da ala em Fallon, Nevada, chocou a comunidade na região.

Mas a família da vítima morta Charles E. “Bert” Miller não está sozinha, disse o Setenta de Área que preside a região oeste de Nevada.
O Élder Ren S. Johnson relatou que pessoas de toda comunidade estão oferecendo apoio sincero a família da vítima e lamentam a morte do mecânico e bombeiro voluntário, Miller, de 61 anos.
Bert Miller, em seu serviço voluntário nos bombeiros
“A comunidade de Fallon é uma comunidade de apoio e ministrção, tanto dentro como fora da Igreja,” disse ele.
Quase imediatamente depois do tiroteio, o Élder Johnson entrou em contato com membros do Quórum dos Doze Apóstolos, a Presidência dos Setenta e outras Autoridades Gerais. Cada um dos Irmãos fez a mesma pergunta: Como a Igreja pode ajudar?
Conselheiros dos Serviços Familiares SUD foram imediatamente enviados a Fallon para ajudar os entes queridos de Miller, junto com pessoas de todas as idades da Ala Fallon, que testemunharam o tiroteio.
“Esse apoio continuará enquanto for necessário”, disse o Élder Johnson.
O Setenta de Área também passou um tempo com a esposa de Miller, LuDene Miller, e outros parentes. “Eles estão indo bem dentro das circunstâncias.”
Mesmo enquanto lamentava a morte do marido, LuDene Miller expressou ao Élder Johnson sua preocupação pelos membros da ala e por quaisquer outros que se sentissem desencorajados em voltar às reuniões da Igreja.
O apoio comunidade de Nevada, incluindo autoridades municipais e de segurança pública, também está ajudando a família Miller, disse o Élder Johnson. “Você não encontrará um grupo de pessoas mais leais do que em Fallon.”

O caso

Quase 100 pessoas estavam assistindo a reunião sacramental no domingo quando um homem armado entrou no salão sacramental e atirou em Miller à queima-roupa.
Testemunhas disseram ter ouvido quatro a oito tiros. O irmão de Bert Miller, Duane, de 64 ano, foi atingido na perna durante o tiroteio. Ele foi tratado em um hospital local.
O atirador, Kelly O’Conner, de 48 anos, está sendo acusado de diversas ações criminais, incluindo assassinato em primeiro grau. O atirador e Bert Miller pertenciam à mesma ala.
Investigadores ainda não determinaram um motivo por trás do assassinato.
Bert e Ludene Miller

A Família

A família Miller sofre com a perda de um homem amado e respeitado por sua consideração, serviço comunitário e um “uso excessivo de emojis nas mensagens de texto”, informou o Deseret News .
“Ele era uma das pessoas mais gentis que eu conheço”, disse Heidi Ayers, a segunda dos três filhos de Miller. “Não conseguimos entender por que isso aconteceu. Meu chegou a cumprimentar O’Connor antes da reunião.”
LuDene Miller, casada com Bert Miller há 37 anos está em tratamento contra o câncer. Ela não estava na reunião porque seu marido havia sugerido que ela ficasse em casa para descansar o tornozelo que ela quebrou há alguns dias, informou o Deseret News .
Duane Miller disse que seu irmão era o tipo de homem que sempre esta disposto a ajudar quando era necessário.
“O que nos mantém firmes é a nossa compreensão do plano de salvação e o conhecimento de que as famílias são eternas e que vamos vê-lo novamente”, disse ele.
Bert Miller era conhecido na cidade, tendo deixado o município apenas para obter um diploma em mecânica a diesel na escola de Utah, hoje conhecida como Utah Valley University. Miller e sua esposa tinham uma loja de autopeças na cidade. Depois que eles venderam, ele trabalhou como mecânico por 20 anos na base da Marinha.
A tragédia deixou os moradores de Fallon tristes e confusos. Há uma preocupação em relação às crianças e jovens que testemunharam o tiroteio.
Os serviços funerários estão agendados para sexta-feira, 27 de julho.
Fonte: LDSChurchNews

Comentários